Home / Blog / Você sabe o que é gordura trans?

Blog

o que é gordura trans

Você sabe o que é gordura trans?

12 de dezembro de 2016
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,60 de 5)
Loading...

Uma alimentação saudável previne deficiências nutricionais e protege o corpo de doenças infecciosas. Para ser considerada saudável, ela deve ser variada, rica em nutrientes e livre de ingredientes que possam prejudicar o organismo, como as gorduras trans. Mas você sabe o que é gordura trans?

Desde 2004, a Organização Mundial da Saúde (OMS) colocou em sua “Estratégia Global em Alimentação Saudável, Atividade Física e Saúde” a recomendação de “eliminar os ácidos transgordurosos” da alimentação diária.

Dois anos mais tarde, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) obrigou todos os fabricantes a indicarem no rótulo de cada produto, a quantidade de gordura trans presente nos alimentos.

Na Suíça e na Dinamarca elas foram proibidas e, mais recentemente, nos EUA, a agência FDA (Food and Drugs Administration) anunciou que empresas do ramo alimentício no país devem eliminar as gorduras hidrogenadas até 2018.

No Brasil, em 2010, foi criada a regulamentação da publicidade para esses tipos de alimento, além da obrigatoriedade de rótulos descritivos acerca da quantidade de gorduras trans existente.

Mas afinal, o que é gordura trans?

o que é gordura trans

Respondendo a pergunta do título, as gorduras trans são gorduras artificiais criadas pela indústria de alimentos por volta da década de 50.

Elas são feitas a partir de óleos vegetais poliinsaturados (soja, milho, canola, etc.) que, por meio do processo de hidrogenação natural ou industrial, formam os isômeros trans, popularmente conhecidos como gorduras trans.

Algumas carnes e o leite já possuem essa gordura naturalmente, mas em pequenas quantidades. O que é realmente preocupante são as gorduras produzidas pela indústria.

Ao passarem pelo processo de hidrogenação, as moléculas de gordura são quebradas e a cadeia se rearranja. Essa nova gordura é que vai fazer todo o estrago nas artérias.

Para que serve a gordura trans?

o que é gordura trans e para o que serve

Amplamente utilizada pela indústria, a gordura trans serve para melhorar o sabor dos alimentos e aumentar a sua durabilidade. É ela que vai fazer com que os alimentos fiquem mais saborosos, crocantes e com maior estabilidade.

A utilidade da gordura trans para a indústria fica por conta do sabor e da conservação dos alimentos. Alimentos que são ricos em gorduras trans podem passar mais tempo nas prateleiras dos supermercados sem que se estraguem ou percam qualidade.

Além disso, por ser mais barata do que a manteiga e do que a banha, a gordura trans tem larga aplicação em confeitarias.

Esse tipo de gordura começou a ser usada como uma alternativa à gordura de origem animal, conhecida como gordura saturada. Acreditava-se que, por ser de origem vegetal, a gordura trans ofereceria menos riscos à saúde. Mas estudos posteriores descobriram que ela é ainda pior que a gordura saturada.

Os malefícios das gorduras trans

o que é gordura trans - malefícios

Dentre todos os males da gordura trans, o principal problema que ela causa é a alteração no metabolismo lipídico. Quando ela é ingerida em grandes quantidades, tem o poder de aumentar os níveis de colesterol ruim (LDL) e de diminuir os níveis de colesterol bom (HDL).

Além disso, as gorduras trans podem contribuir para o aumento da probabilidade de problemas cardiovasculares, como o infarto, que é responsável por 27% das mortes no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

As gorduras trans danificam o metabolismo, deixando-o lento e impossibilitando o indivíduo de emagrecer com saúde. Por fim, essas gorduras ainda podem causar diabetes, obesidade, artrites, facilidade de contrair inflamações e até câncer de mama.

Alimentos que possuem gorduras trans

alimentos que possuem gordura trans

As gorduras trans sempre fizeram parte de nossas mesas, isso porque elas são formadas naturalmente no processo de ruminação dos animais e repassadas em pequenas quantidades para os alimentos de origem animal, como carnes e leites. Mas a maior preocupação, sem dúvidas, é com os alimentos industrializados.

Os produtos que mais contêm gordura trans são biscoitos, bolachas recheadas, pipocas de micro-ondas, chocolates, sorvetes, bolos, salgadinhos de pacote, batatas fritas e todos os alimentos que têm margarina na composição. Muitos alimentos lights também possuem gorduras trans e devem ser evitados.

Para descobrir se determinado alimento possui gordura trans em sua composição, é preciso verificar o rótulo. Se estiver escrito “gordura hidrogenada” ou “gordura parcialmente hidrogenada”, é sinal de as gorduras trans estão ali presentes.

Mas nem tudo está perdido

gordura trans - nem tudo esta perdido

Desde que as evidências científicas apontaram os efeitos indesejáveis que podem ser provocados pelo consumo excessivo de trans, os consumidores têm buscado cada vez mais alimentos que conciliem sabor, praticidade e saudabilidade.

Como não são sintetizadas pelo organismo, as gorduras trans não deveriam ser comidas nunca. Mas como isso é quase impossível, o Ministério da Saúde determinou uma quantidade segura.

A concentração máxima de gordura trans por porção em um alimento é de 0,2 g, o equivalente a 4 bolachinhas recheadas. E esse valor é recomendado para uma dieta de 2000 kcal. Segundo a OMS, um consumo de 5 g de gordura trans por dia aumenta em 23% o risco de doenças coronarianas.

Sendo assim, o grande desafio da indústria atual é encontrar alternativas viáveis para substituir as gorduras trans, sem prejudicar a qualidade e as propriedades dos produtos. Entre as alternativas tecnológicas disponíveis, destaca-se a interesterificação, uma técnica utilizada para produzir margarinas e cremes vegetais, sem que haja formação das gorduras trans durante o processo.

Além disso, outro ingrediente que vem sendo utilizado no lugar da gordura trans é o óleo de palma, um alimento vegetal mais saudável, capaz de garantir consistência satisfatória aos produtos finais.

Sorvetes da Maroma

sorvetes maroma não possuem gordura trans

Tendo em vista todos os malefícios causados por este ingrediente, desde 2015, todos os sorvetes e picolés fabricados pela Maroma são livres de gorduras trans. Para confirmar, é possível verificar as informações presentes na tabela nutricional dos sorvetes.

E lembre-se, ao encontrar as palavras “gordura hidrogenada” no rótulo de algum alimento, opte por não comprar. O mercado está repleto de boas opções de alimentos para você escolher.

Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, por favor, entre em contato.

Até a próxima!

Leia Mais:

Quer receber todas
as nossas novidades?

Então assine nossa newsletter.

Quer receber todas
as nossas novidades?

Então assine nossa newsletter.

MENU

Home / Blog / Você sabe o que é gordura trans?